NotíciasUSA

Aumento do nível do mar pode ameaçar futuro do sul da Flórida

0

florida nivel do mar

Mais para o interior da Flórida, o Everglades, região pantanosa cuja água abastece grande parte de Miami, pode um dia ficar inutilizado, devido ao avanço inexorável do oceano, temem alguns cientistas. As Flórida Keys, ilhas que adentram o Golfo do México, ficariam submersas, assim como o condado de Key West.

“Eu não acho que as pessoas tenham noção do quão vulnerável é a Flórida”, disse Harold Wanless, presidente do departamento de ciência geológica da Universidade de Miami em uma entrevista na semana passada. “Vamos ganhar 1,2 ou 1,5 ou 1,8 metro de água, ou mais, até o fim do século. É necessário que se acorde para a realidade que está por vir.”

O temor sobre o aumento do nível do mar não está restrito apenas aos muros das universidades, mas também dos governos locais ao longo da costa sul do Estado. Os quatro condados da região – Broward, Miami-Dade, Monroe e Palm Beach, com uma população total de 5,6 milhões – formaram uma aliança para pensar em soluções.

Atingida há muito tempo por furacões, e propensa a ter inundações e intensas tempestades, a Flórida é o Estado mais vulnerável no país em relação ao aumento do nível dos oceanos. Até mesmo previsões mais modestas do que as feitas por Wanless veem as partes mais baixas do litoral da Flórida com inundações mais frequentes por causa do derretimento das calotas polares e com o aumento do nível dos oceanos.

Grande parte dos 1,9 mil quilômetros da costa da Flórida está apenas a poucos metros acima do atual nível do mar, e prédios, estradas e outras estruturas de  bilhões de dólares ficam sobre estruturas altamente porosas de calcário, que sugam a água como esponjas.

Mas embora autoridades de Everglades e de outras cidades do litoral, muitas das quais participaram de uma conferência sobre mudanças climáticas na semana passada em Fort Lauderdale, tenham começado a falar do problema, a questão atraiu pouca atenção entre os legisladores de Tallahassee. Os efeitos nos imóveis seriam devastadores, segundo Strauss. Sua pesquisa mostra que cerca de US$ 156 bilhões em propriedades, 300 mil casas, em 2.120 m² de terra estão a menos de 0,9 metros acima do nível da maré alta da Flórida.

No mesmo nível, segundo Strauss, a Flórida possui 4 mil quilômetros de estradas, 35 escolas públicas, uma hidrelétrica e 966 locais listados na Agência de Proteção Ambiental, como depósitos de resíduos e centros de tratamentos de esgoto. Autoridades locais estão ouvindo conselhos da Holanda, famosa por seus eficientes diques, mas a topografia muito diferente de Miami Beach e das cidades vizinhas não serve para os projetos de engenharia dos holandeses.

“Em último caso, você não pode derrotar a natureza, mas você pode aprender a viver com ela”, disse Morales. “A capacidade humana é incrível, mas será que temos vontade política? A Holanda reserva US$ 1 bilhão por ano para conter inundações, e temos uma costa muito maior do que a deles.”


Popularidade de Obama tem pior nível

Previous article

Mister Brasil 2013: Inscrições abertas

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Notícias