Francisco SampaNotícias

Francisco Sampa: Antes deram ao povo pão e circo, agora impostos e pedras para carregar

0

francisco_sampaA conversa do momento é a necessidade do governo diminuir despesas e aumentar impostos para poder bancar as contas públicas, ou os salários públicos, sei lá. Aí pergunto: seria a melhor forma de melhorar o país? Como o povo arcará com esse aumento se o desemprego assola o país? Os políticos deveriam pensar que antes de arrecadar impostos, precisamos ter empregos e salários viáveis para poder pagá-los. Isso está tornando-se uma bola de neve, porque se não há emprego, não há consumo, se não há consumo e emprego, não há como pagar esses impostos. Ninguém pensa que o povo não tem o que comer, mas os salários milionários dos nossos governantes e as mordomias continuam a ser pagas.

Isso é bem feito para os eleitores da Terra Brasilis, porque deveriam pensar na hora de votar, já pensando no futuro. Mas não, ficaram no oba-oba, acreditando que Lula e Dilma eram São Lula e Santa Dilma, que tinham a varinha mágica e que conduziriam o país pelo mundo das maravilhas e do faz de conta sem nenhum percalço. Saíram comprando e fazendo mil dívidas nos carnês e cartões, porque não havia imposto (o IPI, Imposto sobre Produtos Industrializados), que os juros seriam baixos ou até inexistentes. Triste engano, hoje se vê os pátios das empresas cheios de produtos fabricados e as pessoas sem dinheiro para comprar. Houve o boom econômico, é verdade, mas não se pensou que todas as bolhas um dia estouram e aí vai M… para todo o lado. Salve-se quem puder. É mais fácil cobrir os olhos com a peneira e comer mortadela e arrotar peru.

Para enganar o povo e fazê-los pensar que tudo corria às mil maravilhas, fizeram a Copa das Copas, em nenhum momento pensaram que era “bola cantada”, que o Brasil não tinha condições de ser campeão, só pensaram no dinheiro que ganhariam dos turistas desavisados e que o dinheiro também acaba mais cedo ou mais tarde. O orçamento federal nos últimos anos recebeu um grande aumento achando que o país cresceria de forma acelerada, independentemente de ser ou não rápida a expansão dos gastos públicos (que foram muitos) e que o governo reduziria impostos para grupos específicos (mais uma vez o tal do IPI). Por isso, vários segmentos foram beneficiados de forma exagerada e injusta. Por isso hoje digo, a Bíblia diz: orai e vigia, porque colhemos o que plantamos e parece que nossa colheita nos próximos anos não será das melhores. Mas também para tudo há um remédio e perdão, porque errar é humano, persistir no erro é burrice. Nas próximas eleições conheçam seus candidatos antes de votar. Leiam sobre a vida de cada um, porque para isso temos a facilidade da internet e o horário político não foi feito para atrasar a novela das nove, mas sim para meditarmos e não pensem naquele candidato que rouba, mas faz, pense naquele que faz com honestidade e sabedoria. Uma hora a gente acha esse candidato, é só procurar. A todos um grande sampraço e boa semana.


Léa Campos: O Câncer Não Perdoa

Previous article

Fato Policial by Roger Costa . 17/09/2015

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *