ComunidadeDestaquesNotícias

Imigração: Terceiro voo com brasileiros deportados sai de El Paso no próximo sábado, 8 de fevereiro

0

Será a terceira vez nos últimos meses que acontece o voo de deportados, após acordo entre os governos Trump e Bolsonaro.

A volta dos voos de deportados parece ser definitiva: pela segunda vez só neste ano um voo fretado pelo governo americano trará mais brasileiros deportados dos EUA. A operação será novamente feita pela Swift Air (iAero Airways) no Boeing 737-800 da companhia. Será a terceira vez nos últimos meses que acontece o voo de deportados dos EUA para o Brasil: em outubro e janeiro passado um jato pousou em Confins trazendo os expulsos.

Novamente o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte será a porta de entrada destes deportados, que em sua maioria são de Minas Gerais, especialmente da região do Vale do Aço / Vale do Rio Doce. E também novamente o voo será operado pela iAero Airways (antiga SwiftAir) com saída de El Paso no Texas que faz fronteira com Ciudad Juárez, no México. Em El Paso existem diversas instalações da Polícia de Fronteira (CBP) e da agência de imigração (ICE). A escala também se repetirá em Guaiaquil no Equador. O pouso está previsto para as 02h10 da madrugada de sexta para sábado próximo (08), com decolagem de retorno aos EUA às 17h00 do mesmo dia, também passando pelo Equador. Vale lembrar que o jato costuma adiantar tanto sua chegada como saída.

Algemados

Foi reportado nos últimos voos que os brasileiros que tentaram entrar de maneira ilegal nos EUA e foram pegos pelo CBP/ICE estavam algemados durante a volta para o Brasil. Este seria um procedimento padrão dos EUA para voos de extraditados/deportados, onde algemas de plástico (conhecidas também como lacre) são colocadas de maneira a limitar a movimentação das mãos da pessoa. O serviço de bordo no voo seria bem básico, apenas uma refeição completa estilo brunch. A jornada toda dura em torno de 12 horas e não é tão confortável: o último jato era um ex-GOL e foi reconfigurado para a capacidade máxima do 737-800 que é de 189 passageiros e sem entretenimento a bordo.


EUA confirma oitavo caso de infecção por coronavírus no país. Paciente é de Boston

Previous article

Salvadorenhos deportados dos EUA são mortos e vítimas de abusos, diz relatório

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Comunidade