NotíciasUSA

Preços de carros usados em alta durante pandemia nos Estados Unidos

0

Comprar um veículo usado nos Estados Unidos custou significativamente mais no mês passado do que antes da chegada da pandemia do coronavírus, e esse fator, quase exclusivamente, causou o ligeiro aumento da inflação em setembro.

A culpa é da pandemia, que alterou completamente a oferta e a demanda, disparando os preços. A boa notícia é que os estoques estão sendo repostos e os preços começam a cair.

“A lei de oferta e demanda funcionou”, disse Earl Stewart, proprietário de uma concessionária Toyota em North Palm Beach, Flórida. “Acho que as coisas estão voltando ao normal.”

Quando o novo coronavírus chegou às regiões industriais centro-norte e sul dos Estados Unidos em março e abril, ele forçou as montadoras a fecharem suas fábricas, assim como muitas das concessionárias. As vendas de carros novos despencaram. Com poucos carros usados sendo entregues por conta de novos e os aluguéis sendo prorrogados, havia uma escassez de veículos usados.

Ao mesmo tempo, as montadoras não estavam produzindo muitos modelos de baixo custo, forçando muitos dos compradores a se voltarem para o mercado de carros usados. Além disso, as pessoas que temiam voltar ao transporte público acabaram comprando veículos, muitos deles munidos de cheques de estímulo do governo para a entrada.

As instituições de crédito tinham moratórias na reintegração de posse de veículos, reduzindo outra fonte de carros usados, disse Alex Yurchenko, vice-presidente sênior de ciência de dados da Black Book, uma empresa de análise da indústria automotiva que ajuda os revendedores a determinar o preço dos veículos.

Como resultado, o preço de venda de um veículo usado com até 10 anos subiu mais de 9%, de US $ 19.800 em maio para US $ 21.600 em setembro, informou Yurchenko.

As montadoras demoraram mais do que o esperado para retomar a produção depois de paralisações relacionadas à pandemia em março, em parte devido ao longo processo de reinicialização em algumas partes da cadeia de abastecimento, disse Yurchenko.

Com poucas pessoas trocando seus carros usados por um novo, Stewart e outros vendedores foram forçados a entrar no mercado de leilão de atacado para comprar veículos usados, aumentando os preços. Stewart disse que não estava disposto a fazer grandes despesas por medo de perder dinheiro, então sua concessionária esperou.

Agora, a produção de novos carros está praticamente de volta ao normal, mas os estoques ainda precisam ser repostos devido à enorme demanda, especialmente por picapes, disse Jeff Schuster, vice-presidente sênior da LMC Automotive, uma empresa de consultoria.

“Tudo o que eles fizeram foi vendido”, disse ele.

Isso empurrou o preço dos carros novos para níveis históricos, deixando de fora as pessoas de baixa renda que precisam se voltar para o mercado de carros usados. J.D. Power relatou que o preço médio dos veículos novos atingiu o maior recorde histórico de US $ 35.655 em setembro.

Mas o mercado de carros usados começa a se regularizar à medida que as pessoas começam a comprar veículos novos. As vendas de carros novos caíram 9,7% no terceiro trimestre, muito melhor do que a queda de 31% no período abril-junho.


Milhares de imigrantes detidos pelo ICE indevidamente serão indenizados pelo governo

Previous article

USCIS tem novas limitações para residência e apenas alguns beneficiários do TPS terão direito

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Notícias