MundoNotícias

Por iminência de terceira onda de coronavírus Japão vai limitar turismo

0

O governo do Japão decidiu no último sábado limitar a campanha de subsídios para incentivar o turismo “Go to travel” depois que o país registrou recordes diários de casos de coronavírus por três dias seguidos.

Durante uma reunião do comitê de gestão da pandemia no Japão, o primeiro-ministro Yoshihide Suga explicou que, sob o programa, as reservas não serão mais aceitas para viagens a áreas que sofrem com o aumento do contágio.

A decisão, por recomendação do painel de médicos consultores do governo, vem depois que o Japão relatou mais de 2,4 mil novas infecções na sexta-feira, um recorde pelo terceiro dia consecutivo. Só Tóquio registrou 539 casos, também o maior número diário para a capital desde o começo da crise sanitária.

Japan expands COVID-19 travel advisory list

Outras regiões, como Osaka e a ilha norte de Hokkaido, ambas são destinos turísticos populares, também têm reportado piores marcas seguidamente.

Especialistas japoneses estão falando sobre a chegada de uma terceira onda em decorrência da queda da temperatura, o que está fazendo com que as pessoas passem mais tempo dentro de casa.

O programa “Go To Travel”, no valor de 1,35 trilhão de ienes cerca de R$ 70 bilhões, é projetado para financiar descontos de até 50% no preço de pacotes turísticos e despesas de viagem e hospedagem para residentes do Japão dentro do país até janeiro.

Representantes de associações médicas japonesas afirmaram que a campanha de turismo provavelmente agiu como um catalisador para o aumento da infecção em certas regiões.

Até agora, cerca de 40 milhões de viagens foram feitas através do “Go to travel” desde que a campanha foi lançada, em julho, e, de acordo com dados do governo, 176 pessoas que viajaram usando esses descontos foram infectadas pelo vírus SARS-CoV-2.


Luto no futebol: Morre aos 60 anos craque Maradona, em sua casa na Argentina

Previous article

Cidade do Texas está no pico da pandemia e se recusa a fazer lockdown

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Mundo