EsportesNotícias

Torcida se reconcilia com atletas criticados e acalma ambiente no Atlético

0

A partida de domingo, em que o Atlético-MG goleou o Tombense, por 5 a 1, garantindo classificação para a final do Campeonato Mineiro, foi utilizada pelo técnico Cuca para fazer o time voltar a encontrar o bom futebol. O ganho maior, no entanto, foi o reencontro de torcedores com jogadores que eram sistematicamente criticados, casos do lateral direito Marcos Rocha e, especialmente, do atacante Guilherme.

atletico-mg-guilherme

A trégua entre torcedores e esses jogadores é um fato que ganha mais importância às vésperas do jogo decisivo do Atlético-MG contra o São Paulo, que vale vaga nas quartas de final da Libertadores. O alvinegro mineiro leva a vantagem de poder perder por 1 a 0 no jogo da volta das oitavas, nesta quarta-feira, às 22h, no Independência, e a expectativa no clube é que a torcida tenha papel de destaque no duelo.

Diante do Tombense, no domingo passado, ao ver Guilherme iniciar aquecimento, ainda no primeiro tempo, quando Bernard era atendido na lateral de campo, grande parte da torcida atleticana passou a vaiar o meia-atacante, além de xingar o treinador. Alguns desentendimentos entre torcedores atleticanos foram vistos nas cadeiras do estádio por causa das opiniões contrárias em relação a Guilherme, que oscilaram entre vaias e aplausos.

O atleta entrou em lugar de Bernard no primeiro tempo, sob vaias por parte da torcida. O fato dividiu os torcedores, alguns optaram em aplaudir e tentaram abafar as reclamações, o que durou até o final da primeira etapa. A situação de Guilherme no Atlético e principalmente a relação com o torcedor atleticano piorou após declarações do seu empresário, Sérgio Suarez, que disse na última segunda-feira, que o atleta não tinha mais clima para seguir no clube e que procurava nova equipe para o atleta.

A declaração do empresário, que foi defendido por Guilherme, que reconheceu insatisfação no Atlético, foi prontamente rebatida pela diretoria atleticana, que não gostou do ocorrido e disse que só irá liberar o atleta para novo clube caso o atacante peça para deixar o time.

Porém, A divisão do torcedor se modificou um pouco apenas no segundo tempo, quando Guilherme participou diretamente do gol marcado por Josué, em boa assistência do meia-atacante. A maioria da torcida gritou o nome do meia-atacante, que foi abraçado por todos os companheiros em campo. A paz final chegou quando o atleta deixou a sua marca, em cobrança de pênalti, quando foi ovacionado das arquibancadas para fazer a cobrança da penalidade.


Edilson revela ter ameaçado Rincón com faca durante jogo do Corinthians

Previous article

Erupção do vulcão Mayon deixa cinco mortos nas Filipinas

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Esportes