Francisco SampaNotícias

Francisco Sampa: Enxurrada de mentiras na terra brasilis

1

francisco_sampaParafraseando aquele presidente,  pernambucano como eu, “ nunca se  mentiu  tanto na história deste país, como  neste ano de 2014 “. A campanha eleitoral  presidencial  é uma enxurrada de mentiras e falsas promessas  por parte de todos. Todo mundo  só  no xaveco. O Brasil  de Dilma na TV  não reflete a realidade das ruas, nele  escolas são limpas e funcionais, hospitais limpos e solícitos, tudo funciona  com pontualidade  britânica. Já  nas ruas a triste realidade é negra  como uma noite sem luar, desprovida da  luz das estrelas. Sinceramente,  de todos os postulantes  ao Palácio do Planalto  não sei dizer qual é o “menos ruim”, o honesto e incompetente,  o que tem competência não é honesto, valei-me  nossa senhora  da urna eletrônica, e faltam poucos dias para  decidirmos  em qual deles  colocaremos o timão que  conduzirá  o barco  da República Federativa do Brasil. 

Meu povo, é tanta safadeza, que está uma esculhambação geral, ampla e irrestrita, a Dilma candidata,  sabe tudo, tem respostas  na ponta da língua. Já a Dilma presidenta não sabe,  não viu  e não conhece  ninguém, do porteiro do palácio  ao  diretor dedo duro da Petrobras. Ela nunca  o viu, não conhece  e só ouve falar parece o pagode do caviar  do Zeca Pagodinho. Tiririca faz deboche do Congresso e ninguém faz nada, ele estava certo  “pior do que tá não fica”, nem ficou  né Tiririca?

Posso lhes garantir que o maior e único responsável por tudo isso é o povo brasileiro, vivem uma vida de gado  marcados, roubados e felizes, mas fazendo uma mea culpa…  todo mundo  por aqui  tenta se safar  como pode, é tipo aquela máxima: ladrão que rouba ladrão, vocês  já ouviram  né? Pois é como a cantiga da perua, quem tem acesso a pouco rouba pouco, quem  tem acesso a muito rouba muito, mas todo mundo  dá um jeito de se safar levando  um por  fora,  pelo menos boa parte da população age assim…  Uns querem menos trabalho  e mais salários, outros querem salário, mas trabalho zero, seja onde  for, na população, no legislativo, no executivo e no judiciário,  os poderes estão podres e corrompidos,  mas  o povo  segue dizendo tamo  junto e misturado neste grande balaio de gatos,  onde  a farinha tá pouca e todos querem o sua porção de pirão primeiro Estudante não vai pra escola, mas quer saber e ter  notas  boas, operários não trabalham o combinado,  mas querem salários superfaturados, patrões sonegam e morrem negando as falcatruas, está um Deus  nos acuda  e um salve-se quem puder geral. Enquanto  isso os poucos  que sobram do lado  iluminado da forca, gritam esperneiam e nada podem fazer, é hora de acordar e construir  uma grande  nação, mas é preciso que todos sem exceções renunciem às suas ambições de ganância e façam algo pelo país, não apenas  por si próprios de olhos  no umbigo e na conta bancária, o tal dedo duro  recebeu quase  R$ 60 milhões de reais para ficar calado, toda essa grana para ficar calado, pensem no rombo, mas  os “companheiros”,  nada sabem nada,  viram ou ouviram,  nem no Ipiranga, tão pouco  no Planalto Central onde segundo o Sr. Luiz Inácio nos anos 80 estava repleto de picaretas, e junto  a eles  juntaram se  as pás  e enxadas, pois a cada dia que passa cavam profundamente no mar de lama da corrupção na terra brasilis. Prezados leitores,  que o bom Deus criador do céu e da terra ilumine  nossas mentes  no próximo domingo  dia 5 de outubro e possamos escolher o menos ruim para cuidar  do destino do país e consequentemente  o nosso também, nossa  senhora da urna eletrônica rogai por nós.. Amém.


Léa Campos: Carta de alerta aos brasileiros

Previous article

Fato Policial by Roger Costa . 02/10/2014

Next article

You may also like

1 Comment

  1. E isso ai sampa,a 14 anos acompanhando vc,bem faz vc q 1 cara digno em nao voltar p/ o br,vejo vc aqui nos isteits tentando fzr algo pelos coitados q sao sacaneados pela sua propria gente
    O brasileiro tem culpa sim,”roubado e feliz”, e palhaco.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *