Léa CamposNotícias

Léa Campos: “Alô Você”

0

Quando perdemos um parente sentimos uma dor que a nada se compara. Sofremos, choramos e sempre queremos saber porque perdemos quem amamos. O mesmo ocorre quando perdemos um amigo, a dor é diferente, porque o amigo foi uma escolha pessoal e não uma herança sanguínea.

Semana passada perdi mais que uma amigo, perdi alguém que acreditou em mim,me incentivou, me apoiou sempre, com ele aprendi que o não, não tem espaço na vida de quem busca triunfar.

FERNANDO VANNUCCI, foi tudo isso em minha carreira, quando tudo parecia perdido ele chegava com seu carinho de sempre me animando a não desistir. “Não desista Lea, você já provou que é uma guerreira, sua luta é grande mas você vencerá, tenho certeza” , nunca esquecerei as vezes que ele se ia ao 12º RI (Décimo Segundo Regimento de Infantaria) em Belo Horizonte acompanhar e filmar os treinamentos que estava fazendo junto com os soldado daquela instituição.

Fernando Vannucci, apresentador, morre aos 69 anos em São Paulo | São Paulo  | G1

Eu chega as 5 horas da manhã, e logo em seguida chegava Fernando. Isso não tem preço. Foi um repórter sempre atuante em minha carreira. Em 1971, já apitando, tive o prazer de ser entrevistada por ele em Araguari, naquela época ele trabalhava na emissora Sete Colinas de Uberaba. Em 73 ele iniciou seu trabalho na televisão, e galgou todos os postos que pode. Foi narrador de futebol marcando sua passagem com a frase “Alô Você!”, trabalhou em várias copas do mundo e olimpíadas, e foi um excelente narrador de carnaval no rio de Janeiro. Não posso deixar que a saudade tome conta de meu peito, mas não posso e não devo me esquecer tudo que ele fez me ajudando com seu apoio sempre. Quando sofri o acidente em 1974, ele já morava no Rio de Janeiro mas nem por isso se esqueceu de mim, sempre que podia me visitava ora em casa ora no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte. Ao narrar esse convívio com Fernando, quero enviar novamente meus sentimentos aos filhos dele, ao irmãos e a todos que, como eu, tiveram o privilégio de conviver com ele.

ALÔ VOCÊ, FERNANDO VANNUCCI DESCANSE EM PAZ.

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação.

Léa Campos  


Social Press . 04/12/2020

Previous article

Giving the World a Little Hand- And Some Hope

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Léa Campos