Léa Campos

Léa Campos: Na Espera

0

Dia 16 a FIFA divulgou o ranking de seleções que será usado para definir o pote de cada país no sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia, sorteio que será feito dia 1º de dezembro em Moscou, capital do país anfitrião.

A Alemanha, última campeã, puxa a fila dos cabeças de chave, seguida por Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia, França e Rússia.

Este ano a FIFA adotou o ranking como base para dividir todos os participantes para o sorteio, anteriormente somente os cabeças de chave saiam da lista, enquanto que as demais eram feitas por regiões.

Vinte e três países já estão classificados, enquanto vinte seleções brigarão por nove vagas.

É bom dizer que os jogos da última rodada das eliminatórias africanas não entrarão na conta do ranking, pois os jogos serão no começo de novembro.

Além das representações do pote um, outros cinco países classificados: Inglaterra, Espanha, México, Colômbia e Uruguai estão garantidos no pote dois, já que não podem ser ultrapassados por mais de três seleções que continuam brigando.

No pote três estão confirmados: Egito e Irã, enquanto o quarto pote conta com: Panamá, Coreia do Sul e Arábia Saudita.

As demais dependem dos resultados das repescagens europeias e mundial e das Eliminatórias Africanas para saber em quais potes estarão. Peru por ter subido no ranking, se passar pela Nova Zelândia no mata mata. O país do ceviche ficará no pote dois, no sorteio de grupos. Honduras terá que vencer Austrália na repescagem para carimbar o passaporte.

África terá três vagas sendo que Tunísia, Marrocos e Senegal despontam como favoritos.

Além dos cabeças de chaves estão classificadas as seleções da Espanha, Arábia Saudita, Egito, Coreia do Sul, Uruguai, Japão, Colômbia, México, Panamá, Inglaterra, Costa Rica, Nigéria, Irã, Sérvia e Islândia.

Panamá e Islândia participarão pela primeira vez no mundial de futebol.

A competição terá oito grupos de quatro seleções que jogarão entre si e as duas melhores avançam para as oitavas de final.

Vamos torcer para que o Brasil aprenda russo para ganhar a Copa, já que falando português não foi possível.

 

Informar é um privilégio, informar corretamente uma obrigação.

Léa Campos


Social Press . 02/11/2017

Previous article

Movie Review: Secrets from the past may interrupt a community’s celebration

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Léa Campos